Empanadas da ‘LasPaulas’ – Degusta Vale

De um lado, uma argentina apaixonada por gastronomia. De outro, uma jacareiense amante dos vinhos. Em comum, o desejo de empreender. E foi assim que nasceu a LasPaulas.

Paula Lagrifa, a argentina, mora em São José dos Campos há sete anos e veio para o Brasil com o marido, que é engenheiro. Formada em arquitetura, trabalhou com decoração de interiores, mas não conseguiu fugir por muito tempo de suas raízes. Há gerações, a família dela é produtora de alfajores na Argentina e foi com a receita do doce que Paula difundiu a sua marca “Argentiníssima” em São José.

“O alfajor tem a sua vida útil e, com calor do Brasil, é difícil manter a qualidade. Foi então que comecei a pensar em outro produto que tivesse ligado à minha cultura, mas que fosse mais prático. Queria fazer algo gostoso, caseiro e comecei a testar as empanadas”, conta Paula.

O sucesso das receitas foi tão grande que a cozinha de casa e a estrutura como um todo começou a ficar pequena. E foi aí que Ana Paula Bolanho entrou na história. A jacareiense já conhecia a argentina por meio do marido, um colombiano que também veio para o Brasil para estudar no ITA e acabou ficando amigo do engenheiro argentino.

“Eu sou psicóloga, era coordenadora de recursos humanos de uma grande empresa, mas o trabalho me consumia demais. Gostava do que fazia, mas no final já não me sentia mais realizada. Então comecei a estudar vinho, como hobby, e fui percebendo que poderia fazer outra coisa e aquilo começou a fazer mais sentido”, explica Ana Paula.

Parceria. Percebendo a necessidade da amiga argentina de ampliar os negócios, Ana Paula resolveu se juntar a Paula em dezembro do ano passado (2016) e depois de muitos estudos, de diferentes planos de negócios, chegaram ao conceito da LasPaulas.

A princípio, a LasPaulas vai oferecer um menu com nove opções de empanadas congeladas e alguns doces. Tudo será produzido numa cozinha montada no bairro Urbanova, em São José dos Campos. O local também servirá de ponto de entrega para os clientes.

“Por enquanto, o espaço não será aberto ao público. Mas existe a possibilidade de expansão. A proposta é, no futuro, fazer pequenos eventos e aliar o vinho ao negócio. Mas, por enquanto, o maior objetivo é continuar produzindo um produto caseiro, saboroso e de qualidade, sem perder esse atendimento humano e próximo do cliente”, diz Ana Paula.

 Menu. Depois que “LasPaulas” firmaram a parceria, foram dois meses de testes para fechar o cardápio de empanadas. São três de carne: a clássica, com carne moída; com batata e passas; e carne desfiada.

Tem ainda a de presunto, queijo, tomate e manjericão; a humita (creme de milho tradicional argentino com condimentos); a de cebola e queijo com orégano; a de ricota, nozes e passas; a de frango e a vegetariana/vegana. As empanadas são vendidas em caixas com seis e 12 unidades.

“Para assar, é só levar ao forno por cerca de 15 a 20 minutos. E o cliente pode armazenar congeladas em casa por até três meses”, explica Paula. Já no menu de doces tem a cheesecake, o brownie, e o tabletón mendocino.

“A Ana Paula confia muito no nosso produto. Porque a gente que gosta de cozinhar tem uma paixão natural pela comida, mas quando uma pessoa de fora começa a dizer que é bom, você passa a ter mais confiança também e a acreditar mais e isso ajudou muito”.

Depois de conhecer de perto, não tenho medo de arriscar que São José dos Campos vai ficar pequena para LasPaulas. Elas vão longe, além da Argentina.